Centro Especializado em Coluna Vertebral
Cirurgias Minimamente Invasivas
Intervencionismo na Dor Vertebral
Técnicas Modernas no tratamento da Coluna Vertebral
Cirurgias minimamente invasivas da coluna vertebral
Separamos alguns dos tratamentos minimamente invasivos mais modernos e eficientes para a coluna vertebral, confira aqui:
»  O que é a cirurgia minimamente invasiva?
»  FIXAÇÃO DINÂMICA PEDICULAR DA COLUNA VERTEBRAL
»  Hérnia de disco via endoscópica
»  Cifoplastia para fraturas da coluna
»  ESTABILIZAÇÃO PERCUTÂNEA DAS FRATURAS OSTEOPORTICAS
»  NUCLEOPLASTIA DA COLUNA VERTEBRAL
»  FIXAÇÃO DINÂMICA INTER-ESPINHOSA DA COLUNA VERTEBRAL
»  CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA DA COLUNA VERTEBRAL
»  ARTROPLASTIA DA COLUNA CERVICAL
»  NOVIDADES NA CIRURGIA DA COLUNA VERTEBRAL
»  MEDICINA INTERVENCIONISTA DA DOR VERTEBRAL

ARTROPLASTIA DA COLUNA CERVICAL - PRESERVANDO O MOVIMENTO!

As doenças da coluna vertebral a cada dia chamam mais a atenção da população, principalmente devido ao grande número de pessoas que sofrem de dores na coluna e da incapacidade e sofrimento que provocam.

Sabe-se que cerca de 80% dos indivíduos sofrem e/ou sofrerão de episódios de dores na coluna ao longo da vida, sendo cada vez mais comum a cronificação desses sintomas, ou seja, muitos de nós sofrem durante boa parte da vida com sintomas relacionados á patologias da coluna vertebral.

A coluna cervical, ou melhor, o “pescoço”, é uma das partes de nossa coluna que mais perturbam os pacientes, devido aos importantes sintomas que provocam e a consequente incapacidade para as atividades do dia-a-dia que a dor causa.

As principais causas de dores no pescoço e nos membros superiores são a Espondilodiscartrose (Discopatia degenerativa), hérnias de disco, protusões discais, “bicos de papagaio” com compressão da medula, fraturas, tumores, entre outras diversas causas. Entretanto, a enorme maioria dos pacientes que enfrentam dores crônicas na coluna cervical apresentam doenças degenerativas como a Discopatia e a Hérnia discal.

Desgaste da coluna - discopatia

Felizmente, mais de 95% das vezes, tratamentos simples como fisioterapias, Reeducação postural (RPG), Pillates, Hidroginástica, natação, uso de antinflamatórios e relaxantes musculares entre outras diversas técnicas e modalidades são suficientes para o controle dos sintomas. É claro que para o sucesso desses tratamento é necessário um grande comprometimento do paciente e do médico que o trata, para que os melhores resultados sejam alcançados.

Entretanto, alguns pacientes não terão uma melhora satisfatória e/ou aceitável com os tratamentos conservadores, seja pelo tratamento conservador mal conduzido ou pela própria evolução/avanço da doença. Nesses casos, poderá estar indicado algum procedimento cirúrgico.

A artroplastia ou prótese cervical é uma das grandes novidades para o tratamento de hérnias e/ou desgaste da coluna. Até pouco tempo, a artrodese (fixação com parafusos) era a opção mais utilizada, entretanto, o uso das próteses possibilitou uma cirurgia mais rápida, menos agressiva, com menores complicações e com média de 36hs de internação. Mas a principal vantagem em relação ao uso de parafusos é a não fixação e com a manutenção da mobilidade da coluna, uma das principais queixas do paciente que realiza a cirurgia de artrodese.

Artrodese da coluna cervical

A prótese cervical substitui o disco intervertebral gasto, mandendo a mobilidade do segmento doente o mais próximo possível da natural. Essa preservação do movimento deve-se ao fato de não existir fixação óssea com parafusos e placas, mas sim a utilização de componentes móveis.

Essa nova tecnologia é considerada a técnica preferida para casos selecionados nos grandes centros mundiais de cirurgia da coluna vertebral, principalmente devido aos excelentes resultados alcançados e a enorme satisfação dos pacientes que optam por essa técnica.

Artroplastia da coluna cervical – Mobilidade preservada

Entretanto, essa técnica devem ser indicada e utilizada de forma responsável e somente por profissionais qualificados e treinados, já que cada paciente apresenta uma patologia específica, que deve ser avaliada individualmente por profissional qualificado a fim de evitarmos resultados insatisfatórios.

É importante salientar que toda essa “modernidade” não é indicada para todos os pacientes e que as técnicas tradicionais tem seu espaço garantido por que também apresentam ótimos resultados quando corretamente indicadas e realizadas.

Home | Equipe | Cirurgias Minimamente Invasivas | Coluna | Tratamentos | Dicas | Atualização | Novidades | Contato
Pelotas: Rua Sete de Setembro Nº 160/ Sala 1002 - Centro - Fone: 53 - 3271.3303

Rio Grande: Rua General Bacelar Nº 378/ Sala 801 - Centro - Ed. Antares - Fone: 53 - 3232.6677

Porto Alegre: Av. Dr. Nilo Peçanha 2825/ Sala 1404 - Chácara das Pedras - Ed. Iguatemi Corporate - Fone: 51 - 3378.7580
© 2013 CECV - Centro Especializado da Coluna Vertebral, todos os direitos reservados
Web Design, SEO Básico, CMS, Hospedagem por Digital Art